Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LM, not tobacco

Pasta-expert *** Master na arrumação da caixa de sushi *** Doutoramento na cozinha do desenrrascanço *** Veggie Friendly *** Viciada em comer-fora e arruinar carteiras

25
Jan19

Receita Hambúrgueres Vegan Friendly de Grão e batata doce

LM

Após partilhar convosco no meu Instagram a minha master cooking class vegan (Not so master...) E após vários pedidos da partilha da receita, aqui está ela... Mais ou menos...

Passo a explicar em primeiro lugar que fazer hambúrgueres vegetarianos à la LM mode resume-se a uma coisa muito simples: ver o que há no frigorífico. Não sigo exatamente uma receita, vou adicionando os ingredientes, procuro a textura certa até chegar ao ponto perfeito. Por isso meus queridos, não desanimem quando os bichos não ficam perfeitos! Porque é após muita tentativa e erro na cozinha que conseguimos aprender alguma coisa :)

Mas mais ou menos foi assim que estes aconteceram:

Ingredientes

- 1 lata de grão cozido (400g! Podem guardar a aquafaba para uma bela mousse vegan hã?!)

- 1 batata doce grande cozida

- 1/2 pacote de cogumelos frescos

- salsa fresca (a minha tava congelada mas era bio, tá?)

- 3 dentes de alho picadinhos- óleo de coco / azeite

- 1 colher de sopa de linhaça em pó- temperos: pimenta preta, cominhos e sal

 

Bem, comecei por aquecer numa frigideira o óleo de côco com o alho até começar a borbulhar e espetei logo os cogumelos porque detesto o sabor de alho queimado. Enquanto os cogumelos estão em lume médio a cozinhar, escorri e lavei o grão de bico e depois triturei-o até ficar uma pasta (quem não tem processador, safe-se com um garfo). Entretanto já é hora de colocar esta pasta na frigideira com os cogumelos e juntar também aos pedaços a batata cozida para se ir esmagando também. Colocar os temperos a gosto, não vale a pena por muito sal porque o próprio grão já o tem (por ser de compra)! E por fim colocar a linhaça que ajuda a dar consistência à coisa. Deixar uns 3/4min a cozinhar, sem parar de misturar (parece um bocado que lutamos com a pasta que se vai formando, mas é mesmo assim). Após estes minutos tirar do lume e colocar num prato a arrefecer. Depois é só fazer bolinhas, ir achatando com jeitinho (no meu caso deu para 5 burgers porque gosto deles grandinhos) e depois dar lhes uma entaladela na mesma frigideira com um fio de azeite até ganharem aquele dourado bonito!

E é isto! Espero que se aventurem tentar fazer esta iguaria e que fiquem tão saborosos como os meus hehehe

Vou começar a partilhar mais receitas convosco ;) que isto de jantar fora muitas vezes faz mal à minha dieta!

04
Nov16

O peso da idade ou a idade do peso?

LM
Descobri recentemente que tou a chegar aos 30. Quando digo isto, não é porque não saiba fazer contas, mas sim porque cheguei àquela fase onde para perder um quilo tenho de comer alface durante uma semana.

Nos últimos anos já fiz algumas daquelas dietas malucas: a dieta dos 30 dias, não comer hidratos, detox de açúcar, comer tudo, não comer... algumas resultam e depois volto a engordar, outras simplesmente são estupidas e deixam qualquer pessoa louca. A verdade é que acabo por voltar sempre para aqueles 10kg acima do peso ideal. Depois de algumas consultas em nutricionistas descobri que eu sou como um jogador de futebol: anos e anos a jogar intensivamente... quando a carreira acaba... PUFFFFF!!! Ao contrário do normal, não é o não comer que me emagrece, é a merda do exercício. Intenso. Horroroso. Porque o metabolismo parou, morreu, filho da p€&@.

Solução para emagrecer e ficar gostosa: mexe-te, sua gordalhontas!

Qual é o meu grande dilema? Na verdade, os únicos desportos que eu realmente amei na vida praticar foram dois: volei e surf. Praticar volei amador sem ser numa escola básica ou secundária é praticamente impossível. Não sou assim tão boa para ir para o Benfica. O surf, apesar da prancha estar em casa e ter o equipamento velhinho ainda funcional, foram muitos anos parada e tenho medo de voltar à água sozinha. Imaginem lá eu a entrar dentro de água, dar duas braçadas e ficar cansada, ser arrastada, levar com uma prancha na tromba por não ser local... Jassus!

Eu admiro aquelas pessoas que acordam às 7 da manhã para ir ao ginásio, as que saem de casa para ir correr 10km no parque da cidade... aquelas que adoram preparar-se para as mini-maratonas e para o bikini novo do verão 2017... mas eu não curto essa merda! Não dá! O único motivo que me faz levantar às 7 da manhã ou é a obrigação do trabalho ou é o xixi e volto para a cama!!!

Admiro de morte o meu esposo: 2 dias sem andar de bina e o mundo acaba. Até pode tar 2 anos sem sexo e tá tudo bem. Mas 2 dias sem bina e o homem já não dá para aturar. Anda há mais anos de bina que eu de vida... e adora. Ama! 

Ó Deus que jogas aos sims aí de cima!! Não podias ter me criado mais decidida da vida??? É que assim gorda para sempre não dá!!!

Mais sobre mim

Zomato Blogger

View my food journey on Zomato!

Zomato

Vê a minha história gastronómica na Zomato!

Sigam no Instagram @lmnottobacco

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.